Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Aprenda 15 opções de receitas orientais fáceis

A culinária japonesa chegou ao Brasil com o desembarque dos imigrantes japoneses em 1907. Na década de 1990, espalhou-se por todo o país por meio dos restaurantes chineses e japoneses, os quais se tornaram uma febre. Hoje em dia, é difícil achar quem não ame um bom temaki ou sushi!

Muitas receitas orientais podem ser reproduzidas em casa com ingredientes comuns, como arroz, macarrão, vegetais, carnes e legumes.

Para você, que quer se aventurar com culinárias diferentes, separamos 15 opções de receitas orientais fáceis para fazer em casa e comer com os amigos e com a família!

Clique para acessar a loja do Cidade Canção mais próxima de você.

1. Gohan (arroz japonês)

O arroz é cultivado na Ásia há milhares de anos, por isso é um dos ingredientes mais utilizados em receitas japonesas e orientais. Para fazer este prato, conhecido como gohan, utilize os grãos apropriados, os quais são menores e mais largos.

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de arroz japonês
  • 2 xícaras (chá) de água
  • 1 colher (sopa) de sal
  • ½ colher (sopa) de açúcar
  • ½ colher (sopa) de vinagre de arroz

Modo de preparo

O segredo, para o preparo do arroz, é lavá-lo entre quatro e cinco vezes. Faça isso até que a água não fique mais esbranquiçada, o que significa que todo o amido foi retirado. Após esse processo, deixe de molho por cerca de 30 minutos.

Coloque em uma panela com a água. Não é necessário temperar com alho e cebola, como é o caso do arroz brasileiro. O gohan é temperado depois de cozido.

Assim que a água ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por cerca de 15 minutos, ou até o líquido secar. Por fim, dissolva uma colher de sal, meia colher de açúcar e meia colher de vinagre de arroz em meia xícara de chá de água e despeje sobre o gohan para dar sabor.

Essa receita pode ser utilizada como base para vários pratos orientais como o karê, o sushi, o temaki e até o poke havaiano.

Gohan, uma das receitas orientais fáceis que será base para várias outras, como o sushi.

Gohan pronto para ser consumido ou para ser utilizado no preparo de outras receitas.

2. Sushi (Hossomaki)

O sushi é uma combinação de arroz com diferentes recheios criada no Japão. Dentro dessa categoria, existem diversos tipos e, entre os mais tradicionais, está o hossomaki, no qual os ingredientes são enrolados por uma alga.

Para fazer sushi, é necessário que você tenha algum utensílio para enrolar os recheios e deixá-los em formato cilíndrico. Tradicionalmente é utilizada uma espécie de esteira chamada de sudare, mas é possível improvisar utilizando um jogo americano.

Para o recheio, você pode utilizar peixes crus, como salmão e atum, carnes, como kani-kama, e vegetais, como pepino e cenoura. No Brasil, também é comum encontrar sushis recheados com cream cheese.

A dica é escolher o que você mais gosta e se atentar no modo de preparo, que, por mais que pareça complicado, é bem simples quando se pega o jeito!

Modo de preparo

Para fazer um hossomaki delicioso, você precisa do gohan pronto. Feito isso, coloque a alga cortada ao meio sobre a esteira na horizontal e preencha toda a superfície com o arroz, deixando pelo menos uma faixa de um centímetro sem recheio na parte superior.

Depois, acomode o recheio cortado em tiras de até um centímetro de espessura e faça um movimento com a esteira para frente para enrolar seu sushi.

Uma dica, nessa hora, é ir apertando levemente o rolo para que o recheio fique bem compactado. Por fim, passe algumas gotas de água na faixa de alga sem recheio e feche o rolinho.

Separe os sushis cortando com uma faca bem afiada. O ideal é que cada rolinho seja dividido em oito fatias.

Para que o processo fique mais claro, neste vídeo, do canal Kosu Sushi, há um exemplo de como preparar o seu. Confira:

3. Yakisoba

Originalmente, o yakisoba era um tipo de macarrão com legumes e carne frito em uma chapa e com molho de ostras. Com a imigração japonesa no Brasil, foi criada uma versão adaptada com ingredientes daqui.

Ingredientes

  • Lámen ou macarrão para yakisoba
  • 1 cebola
  • 1 brócolis
  • 1 couve-flor
  • 1 cenoura
  • 1 pimentão verde
  • 1 pimentão vermelho
  • 6 folhas de acelga
  • 250 ml de molho de soja
  • 150 ml de água
  • 400 g de carne bovina ou frango
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
  • 1 colher (sopa) de óleo de gergelim

Modo de preparo

Na sua receita, você pode utilizar outros vegetais, como o repolho, e outras variedades de carnes, como a de porco e o camarão. A escolha vai de acordo com a sua preferência. É importante cortar tudo em tiras ou pedaços pequenos para que possam ser comidos inteiros.

Frite a carne em uma colher de óleo de gergelim até dourar e, em seguida, acrescente os vegetais. Adicione o macarrão próprio para yakisoba já cozido e frite por alguns segundos.

Por fim, acrescente o shoyu, a água e o amido de milho para engrossar o molho. Deixe cozinhar por cerca de 5 minutos e sirva.

Yakisoba, uma das receitas orientais fáceis, servido com legumes.

Tradicional nas cozinhas japonesas, o yakisoba é um dos pratos mais adorados da culinária.

4. Shimeji na manteiga

O shimeji é um tipo de cogumelo muito comum em países asiáticos. A maneira mais comum de cozinhá-lo é com manteiga.

Ingredientes

  • 1 bandeja de shimeji
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 3 colheres (sopa) de shoyu

Modo de preparo

Derreta a manteiga, misture com o shoyu, e em seguida, adicione o shimeji. O volume deve diminuir bastante, pois ele perde boa parte da sua umidade.

Uma dica para não errar no preparo é não lavar o cogumelo. Por ter uma textura esponjosa, esse alimento retém uma grande quantidade de líquido. Em contato com a água, ele perde o seu sabor original. Ao invés disso, passe um guardanapo seco nas partes em que estiver sujo.

Mexa com frequência para que o sabor incorpore bem e sirva com outros acompanhamentos, como o gohan.

Para acrescentar mais sabor ainda à receita, adicione duas colheres de sopa de sakê mirim, uma bebida japonesa à base de arroz para receitas orientais. Além disso, é possível decorar com cebolinha picada.

5. Sunomono

Similar ao picles, o sunomono é uma espécie de conserva agridoce feita principalmente com pepino japonês. Confira como é uma receita fácil de fazer.

Ingredientes

  • 1 pepino japonês
  • 1 colher (sopa) de sal
  • 3 colheres (sopa) de vinagre de arroz
  • 2 colheres (sopa) de açúcar granulado
  • 2 colheres (sopa) de gergelim branco ou preto

Modo de preparo

Ferva o sal, o vinagre e o açúcar até que fiquem homogêneos e reserve para esfriar. Em um recipiente, adicione o pepino cortado em fatias bem finas, o líquido frio e o gergelim.

Para ficar ainda mais saboroso, deixe na geladeira de um dia para o outro. O sunomono é uma ótima entrada para o seu jantar de receitas orientais.

Clique na imagem para baixar o ebook com o Guia para aproveitar integralmente os alimentos.

6. Tempurá

Conta-se que este prato foi levado ao Japão por missionários jesuítas portugueses durante o século 16. Trata-se de um empanado de frutos do mar e vegetais em uma massa fina, todos fritos.

Alguns dos ingredientes mais utilizados são camarão, lula, cebola, cenoura, pimentão, berinjela, repolho e abóbora.

Ingredientes para o recheio

  • 1 xícara (chá) de cenoura ralada
  • 1 xícara (chá) de cebola fatiada
  • 2 xícaras (chá) de repolho picado
  • 500 g de camarão limpos

Ingredientes para a massa

  • 2 xícaras (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 1 colher (chá) rasa de fermento em pó

Modo de preparo

Para fazer a massa, misture a farinha de trigo, a água gelada e o fermento. Tempere com sal e mexa bem até obter um líquido homogêneo e denso.

Passe os frutos do mar e os vegetais na massa e depois frite por imersão em óleo quente até dourar. Vire no meio do processo e tome cuidado para não espirrar. Em seguida, tire e coloque sobre um papel toalha para secar. Quando escorrer, sirva.

7. Salada de Bifum

Feito à base de arroz, o bifum é uma opção de macarrão para quem tem restrições a glúten. Muitas vezes, é consumido frio, por isso é ideal para fazer saladas.

Ingredientes

  • 200 g de bifum
  • 1 cenoura
  • 1 colher (sopa) de gergelim branco
  • 3 colheres (sopa) de sunomono

Modo de preparo

Para preparar o macarrão, mergulhe-o água fervente. Deixe por aproximadamente um minuto e escorra logo em seguida, jogando água gelada para parar o cozimento. Por ser muito fino, pode passar de ponto com facilidade.

Clique para conferir os benefícios e vantagens do Clube+.

Depois disso, coloque o bifum em um recipiente e adicione a cenoura pequena cortada em tiras, o sunomono o gergelim. Em seguida, tempere com shoyu, uma colher de óleo de gergelim e sirva.

8. Rolinho Primavera (Harumaki)

São bolinhos recheados tradicionais no ano-novo chinês, que também é conhecido como “festa da primavera”. Hoje, já é um prato popular no mundo todo, com diferentes versões em cada país.

Pode ser recheado com queijo, carnes em geral e legumes. No Brasil, também é possível encontrar versões doces de chocolate, doce de leite e goiabada.

Ingredientes

  • 4 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 4 xícaras (chá) de água mineral
  • Queijo muçarela ralado
  • Sal a gosto

Modo de preparo

Para fazer a massa, misture a água e a farinha no liquidificador, adicionando sal a gosto. Quando a mistura estiver homogênea, deixe alguns minutos descansando na geladeira.

Em uma frigideira antiaderente, coloque uma colher de sopa de massa e espalhe por toda a superfície. O ideal é que ela fique bem fina e transparente.

Adicione o queijo ou o recheio de sua preferência no centro da massa e dobre como se fosse um envelope. Para fechar a última ponta, coloque algumas gotas de água.

Depois de prontos, frite os rolinhos em óleo quente até que fiquem bem dourados por fora.

Rolinhos primaveras servidos com molho em um prato.

Os rolinho podem ser ótimas entradas ou aperitivos para o café da tarde.

9. Frango Xadrez

Originalmente chamado de Kung Pao, é um misto de frango com vegetais, amendoim e molho apimentado. No Brasil, leva um molho similar ao do yakisoba.

Ingredientes

  • 1 kg de frango
  • 1 cebola 
  • 1 pimentão verde
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 pimentão amarelo
  • 2 colheres (sopa) de amendoim
  • 1 e ½ colher (chá) de amido de milho
  • ½ xícara (chá) de shoyu
  • 1 xícara (chá) de água quente

Em uma frigideira, doure o frango cortado em cubos. Em seguida, acrescente a cebola e os pimentões cortados em cubos até que todos fiquem bem cozidos.

Para o molho, misture o shoyu e o amido de milho, e despeje na frigideira com a xícara de água quente. Deixe ferver por alguns minutos até que o molho reduza. Para servir, acrescente amendoim e sal a gosto.

O canal Receitas e Temperos exemplificou o modo de preparo do frango xadrez. Confira:

10. Temaki

O temaki é um dos pratos mais típicos da culinária japonesa e conquistou fãs ao redor do mundo todo. Para fazê-lo não será necessário o auxílio de rolos, como no preparo do sushi, então, se você não tem o equipamento, é uma ótima pedida.

Ingredientes

  • Gohan
  • 400 g de salmão fresco em cubos
  • 1 xícara (chá) de cream cheese
  • 3 colheres (sopa) de cebolinha
  • 5 folhas de nori cortadas ao meio

Modo de preparo

Em uma tigela, misture o salmão, o cream cheese e a cebolinha para usar como recheio.

Abra a folha de nori e, sobre o lado fosco, coloque uma camada de gohan (aproximadamente meio centímetro de espessura). Adicione um pouco do recheio e enrole o temaki em formato de cone, pressionando a parte inferior.

Para grudar a alga e ele não abrir, molhe as bordas do nori com um pouco de água e aperte firme.

11. Sashimi

Quem ama rodízio de comidas orientais não vê a hora do sashimi passar pela mesa para encher o prato. O segredo desta receita é o preparo, não os ingredientes.

Ingredientes

  • 500 g de salmão fresco
  • 1 xícara (chá) de shoyu
  • 1 colher (sopa) de gengibre

Modo de preparo

Em um recipiente, misture o shoyu e o gengibre e deixe descansando para que os sabores se incorporem.

Pegue a peça de salmão e, com uma faca bem afiada, fatie em tiras diagonais bem finas. Esse processo é fundamental para que o sabor do molho de shoyu e gengibre pegue bem no peixe.

Outra dica, para cortar com facilidade, é passar um pouco de limão na faca, para que ela não grude na carne. 

Coloque as fatias no molho por dez minutos e sirva.

Uma das receitas orientais fáceis e tradicionais sendo saboreada: o sashimi.

O sashimi é uma das receitas preferidas dos amantes de comida oriental.

12. Missoshiru

Além de ser uma receita oriental fácil, este prato é vegano e delicioso, pronto em questão de minutos.

Ingredientes

  • 1 e ½ litro de água
  • 3 colheres (sopa) de missô
  • Sal a gosto
  • Cebolinha a gosto
  • Tofu a gosto

Modo de preparo

Leve a água ao fogo em uma panela e, quando levantar fervura, acrescente o missô e o sal.

Deixe ferver por cinco minutos, acrescente o tofu e a cebolinha e mexa. Sirva bem quente e tome a goladas, de preferência, em uma sopeira.

13.  Anmitsu

É uma sobremesa japonesa bem fácil de ser feita e muito tradicional. O melhor é que ela é super diferente, já que leva uma pasta doce feijão. Para te ajudar no preparo, separamos um vídeo do canal Nakayoshi:

14. Frango karague

Um tipo de frango frito com um tempero bem oriental e delicioso que vai fazer com que todos os convidados peçam mais, o karague é outro prato delicioso.

Ingredientes

  • 500 g de frango em tiras
  • 3 colheres (sopa) de shoyu
  • 3 colheres (sopa) de limão
  • 1 colher (sopa) de gengibre em pedaços
  • 2 dentes de alho picados
  • Amido de milho

Modo de preparo

Em um recipiente, misture o shoyu, o limão, o gengibre e o alho. Coloque os filés de frango e deixe descansar de cinco a dez minutos.

Empane-os no amido de milho e frite em óleo bem quente. Coloque em um papel toalha para escorrer e sirva.

15. Niguiri

Para quem comprou o salmão para o sashimi e já fez o gohan, por que não combinar os dois e criar uma receita deliciosa e fácil? O niguiri é outra opção de rodízio super famosa que pode ser feita em casa.

Ingredientes

  • Gohan
  • Tiras de salmão cortadas para sashimi

Modo de preparo

Basta pegar um pouco de gohan e fazer bolinhos ovais, dispondo, sobre cada um deles, uma fatia de salmão. Para decorar o prato, faça listras com o shoyu.

Gostou das nossas receitas orientais fáceis? Muitos desses pratos são encontrados em restaurantes, mas fazê-los em casa é bastante simples e vai impressionar seus amigos e sua família.

O Cidade Canção online tem uma seção dedicada a produtos orientais para as suas receitas. Acesse nossa loja virtual clicando no banner, faça suas compras e as receba em casa!

Clique para acessar o site com o CIdade Canção mais próximo de você.

3.88 avg. rating (78% score) - 8 votes

Comentários

  1. Eunice Fatima Tessari disse:

    Parabens pela iniciativa. Receitas maravilhosas.

    1. Cidade Canção disse:

      Que ótimo que você gostou, Eunice.
      A gente também tem um post de receitas mexicanas, você já conferiu? Tem uma opção mais deliciosa que a outra!
      Abraços!

  2. Flávia Alves disse:

    Adorei as receitas com certeza irei fazer…

    1. Cidade Canção disse:

      Oi, Flávia!
      Que bom que você gostou, ficamos muito felizes quando lemos comentários assim.
      Aqui no blog, você também encontra receitas mexicanas e italianas para preparar na cozinha, você já viu? Também são deliciosas.
      Abraços!

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *