Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Organização de festa julina: o que não pode faltar?

O mês de julho chegou e a primeira coisa que você pensa é na organização da festa julina? Se você quer fazer o próprio arraial em casa, aproveitando o friozinho para reunir os amigos e saborear os pratos típicos, estamos aqui para lhe ajudar!

Pensando nisso, listamos um passo a passo do que não pode faltar nos melhores eventos julinos, desde planejamento, decoração, escolha dos pratos e trilha sonora. Continue a leitura para arrasar no São João!

Organização da festa julina

Uma festa julina de sucesso começa com planejamento, independentemente do número de convidados. Veja as nossas orientações para facilitar na organização do arraial.

Faça um planejamento

Comece colocando no papel – ou em uma planilha eletrônica – tudo o que você vai precisar para a festa. Determine a quantidade máxima de convidados – quantas crianças e adultos –, o cardápio e o volume de comidas e bebidas. Haverá mesas e cadeiras suficientes para todos? Verifique com antecedência, caso você tenha de alugar ou emprestá-las.

Tenha um orçamento

Defina um orçamento. Qual o valor máximo que você pode gastar? Quanto será gasto com alimentação, bebida e decoração? Você vai bancar a festa ou os participantes vão ajudar, cada um levando um prato típico, por exemplo?

Pense na decoração

Arraial que se preze tem de ter decoração! Toalha xadrez, bandeirinhas, fitas e chita não podem faltar. As bandeirinhas podem ser feitas com retalhos de tecido ou recortes de jornais e revistas. Se estiver sem tempo, compre-as prontas. Uma dica: as de plástico podem ser reaproveitadas para os anos seguintes.

organização de festa junina

Uma boa ideia é pendurar chapéus de palha de vários tamanhos na parede. Eles também podem servir de cestas para saquinhos de pipoca, cachorro-quente e doces. As falsas fogueiras, com base quadrada, feita de palitos de sorvete, e chamas recortadas em EVA, ficam lindas e servem de potinhos para doces embalados, como paçoca, pé de moleque e bombom.

Separe uma ou duas mesas grandes para colocar as comidas. As bebidas, se possível, vão para uma mesa separada. Para orientar seus convidados, à frente ou ao lado de cada prato ou bebida típica, fixe miniplacas com o nome do quitute.

A internet tem várias ideias de decoração para festa julina. O Pinterest é o lugar certo para se inspirar!

Divulgue local e data

O local da festa tem de comportar o número máximo de convidados definido no planejamento. Para facilitar, marque o endereço em um mapa on-line e envie para os convidados por mensagem ou e-mail.

O importante é informar sobre a festa com antecedência para que as pessoas se programem. Lembre-se: o planejamento é uma etapa importante do sucesso da sua festa julina!

Incentive os trajes típicos

A roupa característica faz com que os convidados entrem no clima do evento, mas deixe-os à vontade para decidir se vão usar ou não trajes típicos. O convite da festa deve informar se o traje é ou não obrigatório.

No geral, para festas em casa, os anfitriões sugerem que os convidados usem ao menos uma peça de roupa típica. Os homens, por exemplo, podem ir de camisa xadrez ou chapéu de palha. As mulheres, de camisa xadrez, tranças ou flores no cabelo.

Capriche na trilha sonora

Música caipira, claro! Festa julina raiz tem de ter forró, sertanejo, baião; só música animada. Esta é a hora de ser fiel às origens da festa. Afaste os móveis, solte o som e abra espaço para o pessoal dançar.

Pratos típicos

Em uma organização de festa julina fiel à tradição, há alguns quitutes indispensáveis. Junto com a decoração, eles dão o clima de arraial que a gente tanto gosta nesta época. Vamos à lista!

Pipoca

Sirva as duas versões: doce e salgada. Para a pipoca caramelada, você vai precisar só de três ingredientes: óleo, pipoca e açúcar. Bem simples!

Arroz-doce

Servido quente ou frio, a receita básica leva arroz, leite, açúcar e canela. Sugestão: acrescente leite condensado. Na mesa de quitutes, distribua-os em potinhos, copos ou canecas e salpique um pouco de canela.

Milho

Em versões doces e salgadas. Pode ser curau, canjica, bolo, pamonha ou cozido. É um ingrediente que faz sucesso. Ao servi-lo cozido, corte a espiga ao meio e espete palitos de sorvete ou de churrasco. Aprenda uma deliciosa receita de bolo de milho com coco.

organização de festa junina

Pinhão

O alimento característico do Paraná não pode faltar na festa julina. Há duas formas de preparo: cozido em panela de pressão (a mais comum) ou assado em uma chapa no fogão.

Amendoim

Pé de moleque, paçoca e amendoim crocante. É um dos ingredientes mais queridos das festas julinas.

Doce de abóbora

Quem nunca chegou em uma festa julina já procurando pelo coração de abóbora? Com casquinha crocante e recheio cremoso, o doce em formato de amor é um clássico dos arraiais!

Cachorro-quente

Opte pela versão mini e sirva-o já montado em pacotinhos. No molho, corte as salsichas em rodelas e coloque ou no pão francês pequeno ou no próprio para cachorro-quente.

A lista não se esgota! Há quem prefira servir pastel ou espetinho de churrasco como prato principal e complementar com os quitutes típicos.

Para as bebidas, temos duas tradicionais:

Vinho quente

A base é vinho tinto, cravo e canela. Uma bebida para esquentar a noite fria de julho. A youtuber Dani Noce ensina a preparar um vinho quente aromatizado.

Quentão

É outro sucesso das festas. Leva cachaça, água, canela, cravo, gengibre e açúcar. Clique para aprender uma receita prática de quentão.

Tradição em Maringá

A mais famosa festa junina de Maringá é o arraial do seu Zico Borghi, que acontece desde 1982 na zona rural. A festa, que foi tombada como patrimônio imaterial da cidade, homenageia três santos de junho: Santo Antônio (dia 13 de junho), São João (24) e São Pedro (29).

O arraial reúne, todos os anos, cerca de 4 mil pessoas para a Capela Bom Jesus, na Estrada Pinguim, e mantém a tradição das festas caipiras antigas. Tem missa, fogueira, quadrilha, comidas típicas e pedidos dos solteiros ao santo casamenteiro, Santo Antônio.

A organização da festa junina é feita pela Prefeitura de Maringá. O evento é gratuito.

organização de festa junina

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes
Esse conteúdo foi útil?
0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidade Canção – Blog