Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Prós e contras de uma dieta com alimentos livres de glúten

A dieta sem glúten é controversa. Apesar de ser indicada cientificamente para quem têm doença celíaca – 1% da população no mundo –, o consumo diário de alimentos livres de glúten passou a ser cada vez maior entre indivíduos não alérgicos à proteína, mas que estão em busca de hábitos saudáveis.

Nos últimos anos, mais pessoas passaram a consumir alimentos isentos de glúten, e não só os celíacos. A dieta glúten free conquistou celebridades, que afirmam que a boa forma é resultado da eliminação dessa proteína da alimentação.

O problema é que estudos internacionais vêm mostrando que cortar essa proteína do cardápio não é uma ideia tão boa assim para quem não é alérgico, pois pode haver associação com diabetes tipo 2.

Mesmo assim, o consumo de alimentos saudáveis no Brasil está em alta. Segundo projeção da Euromonitor, o mercado de alimentação saudável no Brasil deve movimentar R$ 63,5 bilhões em 2018 – 0,8% a mais que o ano anterior.

Neste post, vamos explicar o que é glúten, onde é encontrado e listar os prós e contras de uma dieta à base de alimentos livres de glúten. Confira!

O que é glúten?

O glúten é uma proteína presente em alimentos que contêm trigo, espelta, cevada, centeio e malte. É o glúten que, na mistura da farinha com água, na fabricação do pão, faz com que a massa fique elástica e cresça.

alimentos livres de glúten

Algumas pessoas têm intolerância ao glúten, a chamada doença celíaca, que consiste na inflamação do intestino após contato com a proteína. Sintomas clássicos são diarreia, dor de estômago, inchaço e perda de peso. A saída para evitar esses sintomas é cortar totalmente o glúten da dieta.

Prós e contras da dieta sem glúten

A Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição considera que a dieta sem glúten pode ser saudável para a população em geral “desde que a retirada dos alimentos processados sem glúten seja compensada pela ingestão de outros grãos integrais e de hortaliças”.

Alguns especialistas acrescentam que uma dieta livre de glúten pode ser muito saudável e trazer benefícios aos não alérgicos, desde que sejam consumidos alimentos de verdade.

De nada adianta tirar o glúten da alimentação se houver aumento da ingestão de itens processados que, embora sem glúten, são ricos em açúcar, grãos refinados e pobres em nutrientes.

Dessa forma, se você não é celíaco, mas pretende ingerir apenas alimentos livres de glúten, faça substituições saudáveis.

Apresentamos os prós e contras de cortar o glúten da alimentação:

Prós

  • Menos inchaço e dores de estômago: incômodos tendem a desaparecer em pouco tempo.
  • Perda de peso: desde que as substituições sejam por alimentos saudáveis.
  • Estímulo ao metabolismo: reduz a inflamação do organismo, fazendo com que o corpo retenha menos líquido e absorva corretamente os nutrientes.

Contras

  • Pode engordar: o glúten sacia, portanto, ao cortá-lo, você pode sentir mais fome e comer em excesso.
  • Carência de vitaminas: evitar essa proteína pode causar falta de vitamina B, importante para pele, cabelo e cérebro.
  • Risco de diabetes tipo 2: quem elimina o glúten tende a consumir alimentos menos nutritivos e pouca quantidade de fibras, o que aumenta a predisposição ao diabetes tipo 2, mostra pesquisa de Harvard.

Quais alimentos têm glúten?

Todos que contêm trigo, espelta, cevada, centeio e malte: cerveja, pão, massa, cereais, bolo, torta, doces, biscoito, sopa e molho pronto. A aveia não contém glúten, mas pode ser processada nos mesmos equipamentos que o trigo, causando contaminação.

Quais alimentos são livres de glúten?

Carnes, peixes e frutos do mar, ovos, sementes, linhaça, chia, legumes, frutas, lentilha, amendoim, nozes, tubérculos, azeite, abacate, manteiga, óleo de coco, ervas e temperos, farinha de coco, farinha de arroz, farinha de chia e chocolate amargo.

alimentos livres de glúten

Uma lei nacional obriga que rótulos de todos os produtos alimentícios informem sobre a presença de glúten.

No Paraná, uma lei determina que produtos sem glúten, sem açúcar, sem lactose e para vegetarianos tenham um local específico para exposição em supermercados. A intenção da norma, em vigor desde 2015, é evitar a contaminação cruzada com um ingrediente contraindicado.

A loja virtual do Supermercado Cidade Canção disponibiliza uma lista com alimentos livres de glúten. Clique para conferir!

5.00 avg. rating (96% score) - 4 votes
Esse conteúdo foi útil?
5.00 avg. rating (96% score) - 4 votes

Comentários

  1. Comentário simples e preciso, muito bom, bastante esclarecedor.

    1. Cidade Canção disse:

      Oi João Roberto,

      muito obrigado! Continue acompanhando nosso blog.

  2. Jeane Rodrigues disse:

    Olá..
    Estou Satisfeita com a Sua Publicação sobre o Glúten.
    Aguardei também Anciosa por este Informe .
    Desejamos Informes sobre a Lactose.
    Muito obrigada.

    1. Cidade Canção disse:

      Oi Jeane, tudo bom?

      Ficamos muito felizes em ajudar.
      Obrigado pela sugestão de tema!

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidade Canção – Blog